Alerta aos petistas: Macaco velho não mete a mão em cumbuca!

 

Há quarenta dias do primeiro turno das eleições, a elite, com o apoio da grande mídia, segue o mesmo roteiro de difamações, calúnias e com a divulgação de fake news que sempre foram utilizadas desde as campanhas de 1989 passando por outras até as eleições de 2014 e de 2016....

 

O filme é exatamente o mesmo desde a trama usada no sequestro do empresário Abílio Diniz, quando forçaram os sequestradores a usar camisetas do PT. E em 89 a Rede Globo arquitetou várias tramas contra a candidatura do Lula, das quais podemos recordar aquele debate televisivo no segundo turno entre o Lula e o Collor, quando tentaram transformar a compra de uma vitrola em um aparelho de som de última geração, além de uma tal “pasta rosa” trazida pelo Collor. Por fim violaram a lei eleitoral ao reproduzir o debate com cortes que adulteravam o conteúdo em horário já proibido pela legislação.

Reportando 2014, é bom lembrar que, entre outras notícias falsas, chegaram a inventar que o PT teria envenenado um dos delatores da República de Curitiba e divulgaram a mentira de forma abusiva na grande mídia e nas redes sociais.

Todos esses casos e vários outros, que prefiro não mencionar, servem de alerta a todos nós para evitar as calúnias e as tramas que já estão sendo arquitetadas e divulgadas em relação ao PT e às lideranças que estão disputando a campanha eleitoral deste ano.

O que nós não precisamos neste momento é de confiar em quem nós nunca devíamos ter confiado. Principalmente nas redes sociais.

Este alerta não significa que nós temos que aceitar que o PT seja emparedado pelos setores reacionários e deixar de fazer grandes atos de campanha que venham a ocupar as ruas do país, que clama pelo retorno de Lula à presidência da República.

Vamos à luta, companheiros e companheiras!


Francisco Rocha da Silva, Rochinha

Coordenação

Construindo Um Novo Brasil.

Website: construindoumnovobrasil.com.br/

É uma corrente interna do PT, da qual fazem parte alguns dos principais ministros do nosso governo e o próprio Luiz Inácio Lula da Silva, entre outros quadros importantes. A corrente nasceu em 1983, a partir do Manifesto dos 113, que buscou organizar o grande número de militantes...