Equatoriano viaja dez dias de carona para vigília Lula Livre

 

Carlos Velásquez saiu de seu país para defender a democracia e fazer parte da vigília Lula Livre em frente a sede da PF, em Curitiba...

 

A luta pela liberdade de Lula se reforça a cada dia na Vigília Lula Livre, em Curitiba (PR). O equatoriano Carlos Alberto Velásquez, médico naturista, chegou para apoiar Lula e defender a democracia naAmérica Latina. “Vim suplicar: deixem Lula sair. Ele é único. Ele é o sorriso de toda a América Latina, da diversidade, das pessoas que queremos ser livres”, diz.

Carlos se enturmou rápido com os companheiros da Vigília. No começo da tarde desta terça-feira (24) estava varrendo a praça Olga Benário. “Vim servir, como Lula serviu ao Brasil”, afirma.

O equatoriano ressalta a importância de a sociedade brasileira assumir já a defesa de Lula e da democracia. “Não vamos deixar matarem Lula para depois fazermos monumentos em homenagem a ele depois. Vamos defendê-lo agora”, pediu.

Depois de dez dias de viagem, de carona, Carlos afirma que Lula livre é fundamental para retomar a integração do continente. “Queremos Lula Livre, com seus netos, seus familiares, as pessoas que o amam”, afirma. “Com Lula se escreve luta. Com Lula se escreve luz”, poetiza.

Por Luis Lomba, de Curitiba, para a Agência PT de Notícias

Coordenação

Construindo Um Novo Brasil.

Website: construindoumnovobrasil.com.br/

É uma corrente interna do PT, da qual fazem parte alguns dos principais ministros do nosso governo e o próprio Luiz Inácio Lula da Silva, entre outros quadros importantes. A corrente nasceu em 1983, a partir do Manifesto dos 113, que buscou organizar o grande número de militantes...